Foto: Jaime Zanatta/GBC

Da redação | Os primeiros 75 dias de 2018 foram avaliados nesta semana em reunião do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M) de Canoas. Na ocasião, foram divulgados dados dos primeiros dois meses e meio do ano, referentes aos índices de criminalidade do município. Os resultados apontaram para uma redução do número de homicídios, furtos e roubos de veículos, se comparados ao mesmo período do ano passado.

Neste período, em 2017, foram registradas 38 mortes violentas. Considerando os valores acumulados em 2018, ocorreu uma redução de 21% no número de mortes violentas, sendo 30 no total. Com relação aos furtos de veículos, nos primeiros 75 dias de 2017 foram 182 casos na cidade e, no mesmo período de 2018, foram registradas 142 ocorrências, uma redução de 22%. Analisando os dados de roubo de veículos, a redução foi ainda maior: 46,2% de queda. No período recortado de 2017 foram 249 registros. Já em 2018, um total de 134 ocorrências.

O secretário da Segurança de Canoas, Ranolfo Vieira Júnior, ao analisar os números, destacou um dado importante do relatório. “Em 2017, o horário com a maior incidência de roubo de veículos era entre 16 e 18 horas. Já neste ano, este horário ficou entre 20h e 22h. O que podemos concluir é que as nossas Operações Integradas Visibilidade, entre 16h e 19h, estão dando resultado. A partir destes dados, devemos programar novas ações, visando coibir este tipo de crime em Canoas”, comenta Ranolfo.

Nesta semana, Ranolfo se despede da pasta que assumiu em janeiro de 2017, dando lugar ao secretário adjunto, Alberto Rocha. Durante todo o período em que esteve à frente da Secretaria da Segurança Pública e Cidadania, Ranolfo comemora a não ocorrência de latrocínios na cidade, resultado que vincula ao sucesso da integração das forças de segurança no município.