Foto: arquivo pessoal

Da redação | A bombeira voluntária Gislene Martins Goulart, de 34 anos, ficou gravemente ferida após um incêndio provocado por um curto circuito em um celular. O caso ocorreu nesta segunda-feira, quando ela estava dentro de um apartamento, na rua Vila Lobos, bairro Barnabé, em Gravataí.

Os Bombeiros foram acionados e combateram o fogo no local. Uma ambulância foi acionada e removeu a vítima em estado grave para o hospital Padre Jeremias. Posteriormente, ela foi transferida para o HPS de Porto Alegre, devido a gravidade dos ferimentos. Gysa, como é conhecida, teve cerca de 90% do corpo queimado.

O aparelho celular da bombeira estava carregando ao lado da cama, quando houve o curto.

Bombeira voluntária, ela atua no resgate Grave, com cobertura em Gravataí e Cachoeirinha.