Foto: arquivo pessoal

FOTO: Arquivo Pessoal/Reprodução

Da redação | A Polícia Civil de Caxias do Sul divulgou na última terça-feira (3), o laudo pericial sobre o assassinato da menina Naiara Soares Gomes, de sete anos.

Conforme o responsável pela delegacia de Polícia de Proteção à Criança e ao Adolescente, o delegado Caio Márcio Fernandes, o laudo aponta que a morte de Naiara foi causada por asfixia mecânica e uma fratura na cervical.

Segundo o delegado, o laudo converge com o depoimento do homem preso, que disse ter colocado uma camiseta sobre a boca da menina para abafar o choro, o que provocou a morte da criança.

Naiara foi raptada na manhã de 9 de março quando estava indo a pé para a escola no bairro São Caetano. Ela foi levada pelo homem até a casa dele no bairro Serrano, onde foi estuprada e morta. O corpo foi encontrado dias depois nas proximidades da represa do Faxinal.