FOTO: Rádio Líder/Reprodução

Da redação | A Agência Nacional de Vigilância Sanitária proibiu, em 9 de abril, a comercialização de três lotes de queijo mussarela da marca gaúcha Santa Tereza, que pertence à empresa Santa Tereza Eireli, com sede em Marau, no norte do Estado. Conforme a Anvisa, a própria empresa alertou a entidade de que os produtos estavam contaminados pela bactéria Listeria monocytogenes, que pode causar listeriose e infecções no sistema nervoso central.

Os produtos proibidos pela agência são os lotes 065/8 e 066/8 de queijo mussarela fatiado, com fabricação em 8 e 9 de março deste ano, respectivamente, e a peça de queijo mussarela de lote número 053/5, com data de fabricação de 22 de fevereiro de 2018.

A gerente de qualidade da empresa, Rejane da Silva, reiterou que o alerta partiu da própria fábrica à Anvisa. “A empresa faz análises internas diariamente, com um controle muito rigoroso de qualidade”, enfatiza.

A resolução publicada pela Anvisa no Diário Oficial da União determina que a empresa “promova o recolhimento dos estoques existentes no mercado referentes aos lotes citados”. A empresa atua somente no Rio Grande do Sul e afirmou que está recolhendo os lotes contaminados do mercado.