FOTO: Arquivo Pessoal/Reprodução

Da redação | Foi identificada como Patrícia Specth de 33 anos, a mulher morta a facadas em Farroupilha, na noite de terça-feira (10). Conforme a polícia, ela nunca havia registrado queixa na polícia contra o marido por ameaça ou violência.

Apesar de não ter confessado o crime, Marcos Mendes Monteiro, 39, foi preso em flagrante pela polícia por ser considerado como o principal suspeito. A mulher era casada com Monteiro havia cerca de dois anos.

Conforme a irmã da vítima, Elen Colombo, Patrícia também não havia relatado nenhum problema a familiares próximos, apesar de as brigas serem constantes entre o casal. “Os dois brigavam muito, mas ela nunca havia se queixado de ameaças”, relata.

De acordo com o delegado Rodrigo Morare, Monteiro foi autuado em flagrante pelo feminicídio de Patrícia e pela tentativa de homicídio da filha. A criança continua internada em estado grave no Hospital Geral (HG), em Caxias do Sul.

Entenda o caso

Patrícia foi encontrada pela polícia sem vida na casa onde morava com Monteiro, no bairro América.

Além de esfaquear Patrícia, o delegado diz que o homem também feriu a filha do casal, uma menina de 1 ano e 2 meses.

Depois, Monteiro tentou se matar, pois tinha um corte no pescoço. Como o ferimento era superficial, ele foi medicado e encaminhado para o presídio.

Além da menina, Patrícia era mãe de um menino de sete anos, de outro relacionamento.