FOTO: Polícia Civil/Divulgação

Da redação  – atualizado às 11h28 | A Polícia Civil por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, deflagrou na manhã desta terça-feira (17) a “Operação Martelo”. O objetivo é combater os homicídios na cidade.

Cinco pessoas foram presas. Destes, quatro acusados por homicídio e um em flagrante por tráfico de drogas.

Conforme a delegada Carolina Terres, que coordenou a ação, os quatro são investigados por um crime onde a vítima foi morta a marteladas e depois decapitada. Mais de 200g de maconha foram apreendidas junto com as marretas que, segundo a polícia, foram usadas no crime.