Da redação | A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Canoas investiga nesta semana mais um caso de homicídio na cidade. O fato ocorreu na última segunda-feira, e teve como vítima Rodrigo Magalhães Müller, 31 anos.

Na ocasião, no início da manhã, quatro indivíduos abordaram a esposa da vítima, que havia saído para levar a filha para a escola. Os orderam para que ela abrisse a porta da residência, que fica na rua Ramiro Barcelos, no parque Universitário.

Os criminosos invadiram a casa e assassinaram a tiros Müller, que morreu em um quarto da residência.

Pela configuração do crime, para a Polícia, trata-se de mais um caso de execução. No chão do local, foram encontrados cerca de 20 estojos de pistola.

Os suspeitos para o crime fugiram depois do homicídio.

A vítima apresentava antecedentes por receptação do mercadoria roubada e tráfico de entorpecentes. Por isso, havia cumprido pena no Presídio Central da Capital. Ele tinha sido liberado da prisão no ano passado.