FOTO: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | A Polícia Civil de Caxias do Sul afirma ter prendido um dos maiores fornecedores da droga sintética na Serra. Diego Zuchi, 30 anos, é o último alvo da Operação Rush, que iniciou em agosto de 2017 e investigou a participação de uma organização criminosa em roubos de veículos e homicídios.

A ação policial da manhã de quarta-feira (18) cumpriu dois mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva. Na casa de Zuchi, no bairro Santa Lúcia, foram apreendidos 112 comprimidos de ecstasy e 23 doses da droga conhecida como MDMA.

O investigado foi preso em seu local de trabalho, uma garagem de veículos no bairro Pio X. No local, foram apreendidos um Tiguan e Golf. Conforme a investigação, Zuchi fornecia as drogas sintéticas para traficantes menores que vendiam em festas de música eletrônica e também foram identificados na Operação Rush.

Em depoimento, Zuchi confirmou ser proprietário das drogas apreendidas, mas negou ser traficante. O investigado afirmou que o ecstasy e o MDMA eram para o consumo próprio.

Questionado sobre quando costuma utilizar o entorpecente, Zuchi respondeu que costuma consumir cerca de 30 comprimidos em festas no final de semana, pois, além de usar, ele presenteava a droga “para um e outro”.