Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | Em ação realizada nesta terça-feira (24), a Polícia Civil efetuou a prisão preventiva de um homem suspeito de homicídio e coação no curso do processo em Gravataí. Além disso, durante o cumprimento do mandado de busca, ele foi flagrado com uma arma de fogo calibre .380 e crime ambiental, em razão de que possuía 10 galos de rinha, arena para luta, e diversos outros equipamentos para rinhas. A ação foi desencadeada pela DPHPP de Gravataí com apoio da Guarda Municipal e Fundação do Meio Ambiente do município.

Segundo o delegado Rafael Soccol Sobreiro, o preso era investigado pela prática de homicídio de supostos autores de furto de seus galos de rinha e vinha ameaçando testemunhas no decorrer da investigação policial. “Durante as diligências, ele foi encontrado com a arma supostamente usada para prática do crime, além de galos de rinhas e diversos equipamentos para a prática das lutas, o que gerou não apenas a prisão preventiva, mas também o flagrante”, comentou o delegado.

Com a prisão desta tarde em Gravataí, somente nesta semana 12 pessoas já foram presas no RS pela prática de crimes de homicídio, o que reforça o compromisso e prioridade da Polícia Civil no combate aos crimes desta natureza em todo estado.

Com informações da Polícia Civil RS.