Foto: Divulgação/Sultepa

Da redação | Uma reunião com vereadores de Sapucaia do Sul tratou da viabilidade de uma obra reivindicada pelos moradores: a instalação de uma passarela na ERS-118, próximo à Escola Municipal Afonso Guerreiro Lima, no bairro Boa Vista.

As soluções provisórias e definitivas foram apontadas pelo coordenador do projeto de duplicação da rodovia, Vicente de Britto Pereira, e técnicos do Daer.

O pedido dos parlamentares foi a implantação imediata de passarela provisória no trecho. O representante da Secretaria dos Transportes (ST), porém, salientou que o processo seguiria o mesmo trâmite para a colocação de uma estrutura definitiva, entendendo que não seria a melhor opção para resolver o problema com agilidade.

Vicente de Britto sugeriu a instalação de uma sinaleira para atender às necessidades dos usuários, especialmente os estudantes. Os técnicos do Daer concordaram com a proposta e afirmaram que seria possível a implantação do dispositivo o mais breve possível.

A iniciativa, entretanto, teria que partir da prefeitura de Sapucaia do Sul. Em ata assinada por todos os presentes, os vereadores se comprometeram em levar o pleito à administração municipal.

Uma vez que o município protocole o pedido para a instalação do semáforo, o Daer fará um estudo de viabilidade e, após análise, autorizará a colocação do semáforo. A prefeitura ficará responsável pela instalação e a operação da sinaleira.

A ST e o Daer ressaltaram, ainda, que já teve início o processo de licitação para a escolha da empresa que vai elaborar o projeto para a construção de passarelas em seis trechos da ERS-118 – inclusive, nas proximidades da escola. Os envelopes já foram abertos e, no momento, o processo está na fase de análise dos documentos das concorrentes.

Com informações da Secretaria Estadual dos Transportes.