Da redação | Assim como nos últimos dias, a emergência do Hospital Municipal de Novo Hamburgo segue superlotada. A procura reduziu desde quarta-feira passada, mas não propiciou a normalização do atendimento.

As pessoas devem continuar procurando o serviço somente em casos de dor torácica intensa, envenenamento, convulsão e parada cardiorrespiratória. Outras situações emergenciais são encaminhadas para a UPA Canudos e o Pronto Atendimento do Centro. Casos sem gravidade são atendidos nas UBSs da cidade.