FOTO: Álvaro Grohmann/Correio do Povo

Da redação | A Polícia Civil anunciou na manhã desta sexta-feira (4) o fim da operação de buscas para capturar o criminoso conhecido como Bilinha de 42 anos, apontado como autor da morte do inspetor Leandro de Oliveira Lopes, 30 anos, baleado na quarta-feira passada durante cumprimento de mandado de prisão em uma propriedade na ERS 124, na localidade de Matiel, no interior do município de Pareci Novo, no Vale do Caí.

As últimas ações realizadas em Pareci Novo ocorreram no amanhecer desta sexta (4), quando foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em duas casas no município, mas os indivíduos não foram localizados. Na noite dessa quarta, os policiais civis haviam detido um compadre de Bilinha com duas espingardas e uma pistola na mesma região.

Integrante de uma facção, o criminoso Bilinha já atuou em Canoas. Ele havia escapado no dia 24 de novembro de 2016 da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de São Leopoldo, onde aguardavam vaga no sistema carcerário depois de ter sido preso no dia 17 daquele mesmo mês pela Polícia Rodoviária Federal com 445 quilos de maconha na BR 116.