FOTO: William Reyes/Trensurb

FOTO: William Reyes/Trensurb

Da redação | Os metroviários decidiram, em reunião realizada com a Trensurb no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT4), nesta segunda-feira (21), suspender a paralisação da categoria prevista para iniciar nesta terça (22). Com isso, os trens vão permanecer operando normalmente. No entanto, conforme o Sindimetrô/RS, os trabalhadores continuam em estado de greve e uma nova reunião, na próxima sexta-feira (25) definirá os rumos categoria.

Segundo o sindicato, na última sexta, Trensurb propôs pagar 4,05% do dissídio determinados pela Justiça referente ao ano de 2017. O retroativo só seria pago após o julgamento do mérito. Para o acordo de 2018, a empresa oferece 60% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), de 1,0008%.

Segundo o presidente do Sindimetrô/RS, Luis Henrique Chagas, a empresa pretende rever a proposta de aumento da categoria, que será apresentada no novo encontro. A Trensurb se comprometeu ainda a renovar cláusulas sociais.

Os servidores reivindicam reajuste dos salários e pagamento retroativo do acordo coletivo firmado no ano passado (4,05%) e deste ano (2,76%).