FOTO: Jaime Zanatta/GBC

Da redação | Foi inaugurado nesta terça-feira (22) o Centro de Referência no Atendimento Infantojuvenil (CRAI) no Hospital Universitário de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O local vai atender crianças e adolescentes de 0 a 17 anos que foram vítimas de violência.

No Rio Grande do Sul, além de Porto Alegre, apenas Canoas vai disponibilizar esse tipo de atendimento. O CRAI oferece uma assistência unificada de proteção integral e redução de danos, que evita a revitimização da crianças ou adolescente.

No local, que tem capacidade para receber de 60 a 80 pacientes por mês, as crianças e os adolescentes terão recepção, brinquedoteca e seis salas de atendimento a disposição. A procura pelo atendimento pode ser feita através das UPAS, HPSC, agendamento e pronto atendimento ginecológico. Para se ter uma idéia da demanda do serviço, em 2017 o CRAI de Porto Alegre atendeu 876 casos de Canoas.

IMG_7712

Durante a solenidade, o prefeito Luiz Carlos Busato, ressaltou os investimentos que estão sendo feitos na saúde de Canoas. “Saúde é a nossa prioridade! Com os mutirões, por exemplo, reduzimos a espera que era de seis anos, agora está em um. Queremos diminuir ainda mais”.

A secretária de Saúde, Rosa Groenwald, salientou a importância do novo serviço que será oferecido no Hospital Universitário. “O CRAI chega para somar aos cuidados que temos com a infância e adolescência, uma vez que tem aumentado o índice de violência nessa faixa etária”.

O Hospital Universitário e todos os serviços que são oferecidos nele são administrados pelo Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (GAMP). O superintendente regional, Diego Bastos, reforçou que o HU é um hospital que conta com uma estrutura para oferecer o melhor serviço para a população de Canoas. “Essa nova ala é o resultado de um trabalho sério e eficiente em parceria com a Prefeitura”.

Além do CRAI, a Prefeitura também inaugurou junto com o GAMP a Sala Lilás do Hospital Universitário.

IMG_7741