FOTO: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | Academias de ginástica de Cachoeirinha e Porto Alegre foram fiscalizadas na última segunda-feira (4) pela Delegacia do Consumidor junto com o Conselho Regional de Educação Física. O objetivo é coibir os crimes contra a saúde pública e contra as relações de consumo.

Os agentes constataram que uma academia do bairro Vila Imbuí, em Cachoeirinha, estava funcionando sem a presença de um profissional habilitado e inscrito no Conselho Regional de Educação Física. Por isso, o local foi autuado.

A Delegacia Especializada na Defesa do Consumidor instaurou procedimento policial para melhor apurar a conduta do responsável legal pelo estabelecimento, que poderá ser responsabilizado criminalmente pela prática, em tese, de exercício ilegal da profissão, prescrito no artigo 47 do Decreto-Lei n° 3.688/41.