FOTO: Brigada Militar/Divulgação

Da redação | A Brigada Militar e a Polícia Civil anunciaram na manhã desta terça-feira (19) que vão reforçar o policiamento em Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A medida acontece depois da chacina que deixou sete pessoas mortas entre os bairros Augusta e Indo Jarí na última segunda-feira (18).

O objetivo é combater o avanço das disputas entre facções do tráfico de drogas. Essa, é uma das principais hipóteses para o crime.

Reforço

A BM está enviando policiais do Batalhão de Operações Especiais. O número de soldados enviados não foi divulgado.

A Polícia Civil mandou cinco agentes para reforçar a equipe da Delegacia de Homicídios. Pelas redes sociais, o delegado Emerson Wendt, chefe da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, destacou que o efetivo temporário vai ajudar nas investigações.

Como foi a chacina?

Quatro mulheres e três homens foram mortos entre 23h30 e meia-noite na última segunda-feira (18) no bairro Vila Augusto, em Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Os crimes aconteceram em três locais diferentes.

Segundo informações da Brigada Militar, dois triplos homicídios foram registrados nas ruas Guarapari e Professor Cabral Freitas. A sétima vítima, um homem, foi encontrado morto na Rua Araranguá.

Seis das sete vítimas já foram identificadas. Até o momento, nenhum dos autores da chacina foi identificado.