FOTO: Jaime Zanatta/GBC

Da redação | O pré-candidato ao governo do Rio Grande do Sul pelo PDT, Jairo Jorge, participou da segunda rodada de entrevistas do “Com a palavra, os candidatos: o futuro do Rio Grande do Sul em pauta”. O projeto é realizado pela Universidade La Salle.

Por cerca de trinta minutos na última terça-feira (19), Jairo apresentou as propostas para alunos e comunidade. Ele que foi prefeito de Canoas, por dois mandatos seguidos, mostrou as ações que realizou na cidade. “Comecei a gestão com apenas R$ 25 mil em caixa e nunca critiquei o meu antecessor”, afirmou.

Jairo ressaltou obras realizadas durante os seus dois mandatos. “Não fui um prefeito apenas para Canoas, busquei melhorias para outras cidades da Região Metropolitana, uma delas, por exemplo, foi a BR-448”, contou.

Segurança foi um dos principais temas discutidos. O pré-candidato afirmou que é necessário armar e aumentar o efetivo policial para tranqüilizar a população. “Precisamos estudar os dados e patrulhar onde acontecem os crimes para diminuir os índices”, apontou.

Jairo também ressaltou que viajou pelas 497 cidades gaúchas e que ouviu diversas demandas dos eleitores. “Tem que ter coragem pra fazer”, enfatizou.

Rodada de perguntas

Depois de falar sobre os projetos e a trajetória política, Jairo foi sabatinado pelos alunos. Os temas mais questionados foram: divida pública, segurança, parcelamento de salários dos servidores e educação.

Quando questionado sobre as relações internacionais, Jairo destacou eventos que a cidade recebeu durante a sua gestão e que isso também deverá acontecer no Rio Grande do Sul, caso ele seja eleito. “Precisamos vencer o preconceito e viver em um mundo globalizado”.

Questões sobre a educação também foram levantadas. Além de falar em investimentos nas escolas e universidades, ele destacou a conversa que vai manter com a categoria. “Vamos tratar os professores da mesma maneira que eles nos tratam, sempre com diálogo”, afirmou.

Outras sabatinas

Na próxima terça-feira (26) será a vez do pré-candidato Eduardo Leite do PSDB. Aberto ao público, o projeto acontece no campus da universidade em Canoas, às 19h30.