Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | Uma mulher foi presa pela Polícia Civil, nesta quinta-feira, com R$ 35 mil. A ação foi realizada durante cumprimento da Operação Fidalga, com foco na repressão de crimes como estelionato, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

Cerca de 100 policiais civis cumpriram 11 mandados de busca e apreensão e um de prisão temporária nas cidades de Porto Alegre, Alvorada, Cachoeirinha e Viamão.

Segundo o delegado Daniel Mendekski Ribeiro, o esquema criminoso se caracterizada pelo desvio de valores que seriam pagos a clientes de um escritório de advocacia. O crime era cometido pela empregada do estabelecimento jurídico, presa em casa, em Cachoeirinha.

Essa pessoa desviava os valores devidos aos clientes para integrantes de seu círculo familiar e de amigos, gerando um prejuízo de mais de R$ 10 milhões, entre valores repassados ilicitamente e que acabaram por ser pagos posteriormente aos seus legítimos credores. Mais de 30 pessoas são suspeitas de envolvimento – disse o delegado.

Os R$ 35 mil foram encontrados na casa da mulher, onde também foram apreendidos notebook, celulares, passaportes e diversos documentos. Arma e drogas foram encontradas em outro local. Uma segunda pessoa foi presa por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.