consulta popular divulgação

Foto: Divulgação

Da redação | A Consulta Popular 2018, realizada entre os dias 26 e 29 de junho no Rio Grande do Sul, recebeu 795 mil votos, o maior número em quatro anos. Apesar disso, o resultado foi abaixo da expectativa inicial, que era de ultrapassar a marca de um milhão de votos.

Ao todo, foram escolhidos 111 projetos nas 28 regiões dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes), que representam 497 municípios gaúchos. Neste ano, foram destinados R$ 80 milhões aos projetos, 33% mais que os R$ 60 milhões relacionados ao ano passado. No entanto, o repasse dependerá da arrecadação para o orçamento do Estado para 2019.

A área que teve mais votos da população foi a saúde com projetos que visam à ampliação, reforma, e aquisição de equipamentos para estabelecimentos vinculados ao SUS, assim como a qualificação da Saúde da Família – aquisição de veículos. Se somados, as verbas ultrapassam R$ 25 milhões. Outra área com quantidade significativa de votos foi a Segurança Pública, com projetos que visam ao reaparelhamento dos órgãos da segurança e cercamento eletrônico, resultando em mais de R$ 24 milhões.

Em Canoas, a Consulta Popular mobilizou 2.995 eleitores, o que representa 1,19% dos votantes. O município teve 252.201 pessoas aptas para o procedimento. Entre os municípios que pertencem ao Corede do Vale do Rio dos Sinos, foi o pior colocado no ranking geral – ficou em 492º. De seis projetos, três foram classificados. (Confira abaixo)

1 – SDECT – Apoio aos Distritos Industriais Municipais

CLASSIFICADO
2 – SDR – Apoio ao Desenvolvimento da Agricultura Familiar DESCLASSIFICADO
3 – SEDUC – Implementação de espaços pedagógicos que favorecem a aprendizagem DESCLASSIFICADO
4 – SES – Ampliação, reforma, e aquisição de equipamentos para estabelecimentos de saúde vinculados ao SUS CLASSIFICADO
5 – SES – Saúde da Família: Aquisição de veículos DESCLASSIFICADO
6 – SSP – Reaparelhamento dos Órgãos da Segurança

CLASSIFICADO

O engajamento em Canoas foi menor em comparação com Estância Velha, a cidade mais bem colocada da região do Corede Vale do Rio dos Sinos na classificação geral dos municípios – ficou em 225º. 19,57% dos eleitores, um total de 35.212 aptos para votar, participaram da Consulta Popular.

A maior parte do valor destinado ao Corede Vale do Rio dos Sinos vai para a ampliação, reforma, e aquisição de equipamentos para estabelecimentos vinculados ao SUS – com R$ 1,8 milhão. Em segundo lugar, ficou o reaparelhamento dos órgãos da segurança – mais de R$ 1 milhão.