FOTO: Derli Colombo Jr./Prefeitura de Canoas

Da redação* | No ginásio esportivo da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Rio Grande do Sul, no bairro Mato Grande, em Canoas, a expectativa para um famoso troca-troca de figurinhas era grande. A atividade, comum entre os fãs de futebol, contudo, seria um pouco diferente. Nas figurinhas, não havia imagens de craques como Lionel Messi, Cristiano Ronaldo ou Neymar. Os personagens que completariam aquele álbum especial eram os próprios alunos da escola!

Aproveitando a ocasião do maior torneio de futebol do mundo, o professor de educação física da escola, Matheus Breitenbach, idealizou um projeto diferente para entrar no clima da competição. “Quando começou a febre do álbum de figurinhas, eu pensei em incluir todos os alunos nesta realidade. A maioria não tem condições de bancar um álbum oficial, então esse projeto daria as mesmas oportunidades para todos”, revela Matheus.

Desde março, o professor vem planejando e executando o plano de ação. Primeiramente, ele lançou a ideia, perguntou quem gostaria de participar e enviou autorização para os pais, já que seria necessário registrar uma foto de cada criança. “Foram cerca de 300 alunos que demonstraram interesse e foram autorizados pelos seus responsáveis. Pedimos uma ajuda de custo de R$ 3,00 para auxiliar na impressão das figurinhas e do álbum”, explica o professor Matheus, que estampa a figurinha da contracapa. “Enquanto estava fazendo o layout do projeto, os alunos me diziam que iam querer trocar a figurinha comigo também, então, para não gerar mais um custo, deixei a minha fixada aqui”, diverte-se.

Cada aluno recebeu cinco figurinhas com a sua foto e cada turma representava uma seleção diferente. A ideia era fazer com que, no intervalo da aula desta quinta-feira (5), cada um escolhesse quatro colegas para trocar as suas, completando o álbum com uma figurinha própria.

Derli_Colomo_Júnior_0001 (1)
FOTO: Derli Colombo Júnior/Prefeitura de Canoas

Cauã Kuman, de 12 anos, é aluno do 6° ano e, na sua figurinha, representou a seleção de Senegal. “Foi um sorteio que definiu cada seleção, mas eu gostei da nossa. A seleção de Senegal é bem animada e divertida”, comenta o menino. Com relação à coleção, ele dispara: “eu não tenho aquele álbum com todas as seleções, então esse daqui será o meu álbum oficial”, comemora Cauã, que trocou as suas figurinhas com os colegas da sua turma.

Já a pequena Valentina, de apenas 6 anos, optou por outra estratégia para completar o seu álbum. “Eu vou trocar com as minhas amigas, mas quero também pedir algumas das meninas grandes”, referindo-se aos alunos mais velhos, “quero deixar ele bem colorido”, finaliza. No meio do corre-corre, os professores orientavam os alunos.

Teve quem perdeu figurinha, quem colou errado no álbum e até quem se arrependeu da troca. Porém, no final, a diversão foi o principal ingrediente da tarde. “São crianças, é claro que isso ia acontecer, mas o objetivo foi alcançado, que era proporcionar diversos aprendizados para os alunos, como socializar, aceitar a sua própria imagem, fazer novas amizades, além de inserir todos nesse momento histórico para o futebol e para a sociedade”, diz o professor Matheus, satisfeito com o resultado da ação.

*Com informações da Prefeitura de Canoas