FOTO: Arquivo Pessoal/Reprodução

Da redação | Fabiano Silva de 40 anos morreu na última terça-feira (31). Ele foi atingido por dez tiros, em uma tentativa de execução, no Centro de Sapucaia do Sul, na quarta-feira 25 de julho.

Fabiano ficou internado por seis dias, em estado grave, no Hospital Getúlio Vargas. No dia do crime, ele estava em um Golf preto na esquina das ruas Tenente Inácio e Pinto Bandeira, quando saíram dois homens de um carro escuro e dispararam várias vezes contra ele. Um terceiro homem conduzia o veículo.

A companheira da vítima, que estava no banco do carona, conseguiu escapar ilesa e se escondeu atrás de outro veículo. O crime foi registrado pela câmera de segurança de um prédio próximo.

Segundo informações da Polícia Civil, as investigações apontam para guerra entre facções criminosas. Silva, era considerado uma das lideranças sapucaienses de uma dessas facções com atuação no Vale do Sinos e na Região Metropolitana.