Alex Schneider

FOTO: Alex Schneider/GBC

Da redação | Os agentes da 2ª Delegacia de Polícia de Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana, estão investigando a morte de Leandro da Silva Ayres de 33 anos. Ele foi executado na última segunda-feira (3) na Rua João de Barro, no Loteamento Colina Verde, no bairro Vargas.

De acordo com o relato de populares, Leandro estava sentado na frente de casa, quando homens em um veículo branco chegaram no local. Dois desceram do veículo e dispararam contra a vítima. Ele até tentou se proteger e foi correndo para dentro de casa, mas acabou sendo seguido pelos bandidos que dispararam contra a cabeça dele.

Para a polícia, os populares relataram que os criminosos estavam com uma espingarda 12 e uma pistola. Eles fugiram sem levar nada.

De acordo com os agentes, Leandro era conhecido na cidade como Mexicano. Ele possuía extensa ficha criminal, com passagens por crimes como homicídio, roubo a estabelecimento comercial, receptação de veículo, ameça e lesão corporal.

Em outubro de 2016 ele havia sido apontado como mandante de uma tentativa de homicídio contra a ex-mulher. O crime teria ocorrido em uma casa na mesma rua onde Ayres foi executado. A mulher foi ferida por, pelo menos, três tiros, mas sobreviveu ao ataque.

Ainda não há informações sobre a autoria do crime.