Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | A Polícia Civil, por meio da 12ª Delegacia de Polícia, prendeu temporariamente nesta quarta-feira (8) um suspeito de latrocínio ocorrido no dia 24 de julho. A vítima, Sergio Krug Gomes de Freitas, 55 anos, que era motorista de aplicativo, foi morta no bairro Rubem Berta, em Porto Alegre, após atender uma solicitação de serviço. A detenção aconteceu na casa do suspeito, no bairro Aparecida, em Alvorada, durante o cumprimento de três mandados de busca e apreensão e de prisão temporária.

Segundo o delegado Wagner Dalcin, testemunhas falaram que no momento do fato duas pessoas estavam no veículo, além da vítima. O preso é suspeito de ser uma delas. O crime teria ocorrido após a vítima ter reagido ao assalto.

“Na data do fato foi criado um perfil no aplicativo com a finalidade de solicitar o serviço. Dois indivíduos que já foram identificados, um deles já preso no dia 27 de julho, teriam criado o perfil e emprestado o telefone celular e a arma para o cometimento do crime”, revelou o delegado.

O preso também é suspeito de ter envolvimento com tráfico de drogas na região. Na sua residência, durante as buscas, foram apreendidas câmeras de monitoramento. As investigações continuam para a identificação e prisão dos demais envolvidos no crime.

Com informações da Polícia Civil