Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | Nesta segunda-feira (27), a Polícia Civil desencadeou a Operação Infância Protegida II com objetivo de combater crimes relacionados à pornografia infantojuvenil cometidos por meio da rede mundial de computadores. A ação, da Delegacia de Polícia da Criança e do Adolescente Vítima (DPCAV/Deca), cumpriu 16 mandados de busca e apreensão em oito cidades do Estado.

Durante as diligências, seis pessoas foram presas por crimes relacionados à pornografia infantojuvenil, posse ilegal de arma de fogo e ainda, por moeda falsa. Diversos equipamentos eletrônicos foram apreendidos, após os técnicos, do Instituto Geral de Perícias, detectarem acessos e compartilhamentos de material ilícito com conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. Os equipamentos, entre computadores, tablets e telefones celulares serão periciados em continuidade à investigação.

Cerca de 70 policiais civis e peritos do IGP participaram do cumprimento das ordens judiciais nos municípios de Porto Alegre, Viamão, São Leopoldo, Esteio, Passo Fundo, Ipê, Caxias do Sul e Rio Pardo.