FOTO: Vinicius Thormann/Prefeitura de Canoas

Da redação* | A Secretaria Municipal da Saúde está realizando um Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa). A ação tem por objetivo avaliar a presença do mosquito transmissor da dengue e de focos em todo o município. O resultado do levantamento também aponta os tipos de reservatórios e locais onde foram encontrados os maiores índices de focos do mosquito.

Durante as próximas semanas, serão visitadas mais de 4.000 casas, em 19 bairros da cidade. Cerca de 30 agentes de combate à endemias farão as visitas, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Os profissionais que fazem parte desta ação estão identificados com coletes e crachás. É importante que o cidadão confira a identificação dos agentes, antes de deixá-los entrar em suas residências.

Evite o Aedes aegypti

O Aedes aegypti preferencialmente coloca seus ovos em depósitos com água parada e limpa, sempre acima da lâmina d’água nas paredes dos depósitos, nunca diretamente na água. O combate ao mosquito, transmissor de diversas doenças, entre elas a Dengue, é realizado através de atitudes simples, tais como:

– Evitar qualquer acúmulo de água parada que possa servir de foco de proliferação. Vistoriar ralos, colocar telas ou hipoclorito de sódio a 2,0% na proporção de 10 ml de hipoclorito para cada litro de água, a cada cinco dias, na impossibilidade de colocação de tela.

– Manter piscinas tratadas o ano inteiro. Não acumular entulhos. Manter pneus sempre abrigados da chuva.

– Manter calhas sempre limpas. Manter caixas d’água sempre com tampa e o ladrão com tela. Revisar a bandeja de degelo da geladeira a cada cinco dias. Colocar areia até a borda nos pratos de vasos de plantas.

*Com informações da Prefeitura de Canoas