PC

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | A Polícia Civil prendeu neste sábado (08), em Igrejinha, quatro homens integrantes de uma organização criminosa que praticava roubos na região metropolitana de Porto Alegre. Além das prisões, uma mulher, moradora de Igrejinha, também foi conduzida à Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos. Uma arma e um veículo roubado e com placas clonadas foram apreendidos.

Segundo o delegado Ivanir Luiz Moschen Caliari, três integrantes da organização criminosa são oriundos das cidades de Cachoeirinha, Alvorada e Porto Alegre, bairro Sarandi, sendo o quarto investigado morador da cidade de Igrejinha, que atuava como intermediador da vinda dos executores até o Vale do Paranhana para cometerem os roubos.

As investigações iniciaram no mês de julho, após os indivíduos executarem, em diferentes dias, dois assaltos a empresas de calçados no bairro XV de Novembro, na cidade de Igrejinha.

Durante as apurações foi possível verificar que o grupo criminoso executou pelo menos mais três assaltos na região metropolitana de Porto Alegre, sendo o último deles um roubo de um caminhão com carga de gás avaliada em R$ 60 mil na BR-386, em Canoas, crime cometido ao meio-dia da terça feira, 04 de setembro, tendo sido o caminhão com a carga recuperados na parada 40 da ERS-020, em um depósito em Gravataí na manhã da quarta-feira, dia 05 de setembro.

Conforme o delegado, após monitoramento das ações dos suspeitos durante o feriado de 07 de setembro, os policiais civis verificaram que os indivíduos se reuniriam em Igrejinha para a execução de novo assalto, ainda na noite do feriado, ocasião em que três dos investigados, todos foragidos do sistema prisional e com prisões temporárias decretadas pela Comarca de Igrejinha, foram flagrados chegando na casa de uma mulher localizada no bairro Invernada. Eles estavam a bordo de um veículo roubado e com placas clonadas, portando revólver com numeração raspada, rádio transmissor que capta frequência da Brigada Militar e diferentes placas veiculares. Os três homens foram presos em flagrante por associação criminosa, clonagem de veículo e porte ilegal de arma de fogo.

O quarto integrante do grupo, que é morador da cidade de Igrejinha e intermediava a vinda dos criminosos até a cidade para a execução dos assaltos, foi localizado após as outras prisões. A ação contou com o apoio da Delegacia de Polícia de Três Coroas.

*Com informações da Polícia Civil