FOTO: Romério Cunha/Casa Civil

Da redação | Em mais uma etapa do processo de interiorização, cerca de 200 venezuelanos devem ser transferidos nesta quarta-feira (12) de Boa Vista (RR) para a cidade de Canoas (RS). Mais de 1,5 mil imigrantes foram levados a outros Estados desde abril.

O Boeing 767 da Força Aérea Brasileira (FAB) partiu da capital de Roraima por volta das 8h (horário local), com previsão de chegada ao aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, às 12h40. Por se tratar de um processo em que os imigrantes aderem de forma voluntária, os números podem variar até a hora do embarque.

Todos os solicitantes de refúgio e de residência que aceitaram participar da interiorização foram vacinados, submetidos a exame de saúde e regularizados no Brasil – inclusive com CPF e carteira de trabalho. A interiorização é uma iniciativa criada para ajudar venezuelanos em situação de extrema vulnerabilidade a encontrar melhores condições de vida em outros Estados brasileiros.

Em setembro, o objetivo do governo é transportar cerca de 400 pessoas por semana. Nos dias 4 e 5, foram levados 408 para Manaus, Cuiabá, São Paulo, Esteio (RS) e Brasília (DF).

Repasse de recursos

Portaria publicada na segunda-feira (03) autorizou o repasse de recursos do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) a Esteio e Canoas para estruturação da rede socioassistencial dos municípios para acolhida dos venezuelanos. O incremento de R$ 1,2 milhão para Canoas e R$ 534,4 mil para Esteio tem validade de 6 meses.