FOTO: Polícia Civil/Divulgação

FOTO: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | O Instituto Geral de Perícias (IGP) concluiu na última segunda-feira (17) a coleta de dados na residência e no carro de Evandro Ferreira de 42 anos. Ele é o principal suspeito da morte da cunhada, Elaine Silva da Silva de 52 anos.

A morte de Elaine, provavelmente, ocorreu no inicio da semana passada. O corpo foi encontrado em um matagal na última quinta-feira (13). A Polícia Civil informou que os peritos apontaram que a vítima, inicialmente, foi agredida e que apresentava sinais em estrangulamento. “Foram muitas lesões. Asfixia, além de ter apanhado muito com costas quebradas e hemorragia interna”, comentou o delegado Leonel Baldasso, responsável pelo casso.

De acordo com Baldasso, o exame foi feito com um luminol, que é uma substancia química que reage na presença de sangue. Vários fragmentos foram encontrados na casa onde os dois residiam, em Cachoeirinha.

No chão da casa, por exemplo, há diversos pontos com luminosidade. Uma garrafa de vidro, encontrada no chão, também tem pontos. O teste será, agora, confrontado com os DNAs do suspeito e da vítima.

Veículo

No carro de Evandro Ferreira, há vários fragmentos, principalmente no porta-malas. O veículo foi localizado nas proximidades do local onde o corpo de Elaine foi encontrado, no distrito de Morungava, no interior de Gravataí.