FOTO: Cristiano Júnior/Prefeitura de Canoas

Da redação* | “Ser gaúcho me chega para ser feliz no universo”. Foi com essa frase do poeta Marco Aurélio Campos que o tradicional desfile Farroupilha de Canoas foi encerrado no Parque Eduardo Gomes neste 20 de setembro, dia em que se comemora os feitos da Revolução Farroupilha, de 1835.

O desfile, que faz parte da programação da 26ª edição da Semana Farroupilha do Parque Eduardo Gomes, mobilizou mais de 600 cavalarianos, entre homens, mulheres, jovens e crianças. “Andar a cavalo é minha grande paixão e neste dia ainda posso mostrar para todo mundo a minha tradição”, comenta Gabriela Lemos, de 15 anos, que participa do desfile Farroupilha desde os dois anos de idade, junto com sua égua Boneca.

Neste ano, 64 piquetes, associações e entidades participaram do evento. Além do desfile campeiro, 14 caminhões temáticos do tropeirismo se apresentaram. A concentração dos tradicionalistas iniciou às 9h desta quinta-feira,20, na Avenida das Canoas. Em seguida, os cavalarianos percorreram a rua da República, Coronel Vicente, Guilherme Shell, Bartolomeu de Gusmão, 24 de outubro, até chegar ao Parque Eduardo Gomes.

Cristiano Junior-6153
O desfile terminou no Parque Eduardo Gomes – FOTO: Cristiano Júnior/Prefeitura de Canoas

O secretário da Cultura e do Turismo , Mauri Grando, afirma que o desfile deste ano superou as expectativas no número de participantes. “Tanto as atividades da Semana Farroupilha, quanto o desfile superaram as nossas expectativas de participantes. Com o olhar especial que a atual gestão tem com o tradicionalismo, em parceria com a Associação das Entidades Tradicionalistas de Canoas (AETC), conseguimos aumentar o número de atividades do evento e melhorar ainda mais a experiência desta comemoração aos canoenses”, comenta.

Grando ainda destaca que as atividades deste ano também atraíram um grande público de outros municípios gaúchos e até mesmo de outros estados, como Paraná e Santa Catarina. “Atualmente, contamos com 67 piquetes no Parque e somos a única cidade do Rio Grande do Sul a ter os piquetes abertos durante todo o ano, isso faz com que o 20 de setembro seja comemorado todos os dias em Canoas”, completa.

O vice-presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Martin Guterres Damasco, esteve presente no encerramento do desfile e parabenizou a mobilização dos canoenses, afirmando que o “tradicionalismo em Canoas é incomparável, e isso se deve ao esforço conjunto da administração pública, da AETC e de cada um dos tradicionalistas que dedica o seu tempo para honrar e perpetuar as tradições gaúchas”.

Canoenses acompanharam o desfile

Não eram nem 10h e a supervisora de merchandise, Fabiana Gonçalves, já estava com seu chimarrão na avenida Guilherme Shell para assistir a passagem dos cavalarianos. “Acompanho o desfile todos os anos, não perco um. E o sentimento não muda nunca, todo dia 20 de setembro é a mesma emoção”, ressalta. Para Fabiana, a tradição gaúcha é um símbolo da cultura brasileira e, por isso, deve ser lembrada e repassada de geração para geração. “A tradição gaúcha é muito pura e muito bonita, e temos que passar isso para nossos filhos, não podemos perder essa cultura tão especial”, ressalta.

*Com informações da Prefeitura de Canoas