PC

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | Em ação da Delegacia Especializada na Defesa do Consumidor e da Saúde Pública (Decon/Deic), a Polícia Civil efetuou a prisão em flagrante de um homem, de 35 anos, por crime contra a saúde pública. O suspeito estava em posse de esteroides anabolizantes proibidos para o comércio. A ação ocorreu no centro de Novo Hamburgo, com o apoio da Vigilância Sanitária e do Conselho Regional de Educação Física.

De acordo com as investigações, que se iniciaram no mês de julho deste ano, após uma denúncia, verificou-se que dois homens agiam no comércio irregular de suplementos alimentares diversos, sem qualquer indicação de procedência e impróprios ao consumo humano, além da venda e aplicação clandestina de anabolizantes, cuja utilização é restrita à prescrição médica, colocando em risco a saúde dos consumidores.

Cinco ordens judiciais de busca e apreensão foram cumpridas nas residências dos suspeitos e em duas academias. Ampolas de esteroides anabolizantes de utilização restrita foram localizadas em uma das residências. E no depósito da academia dentro de uma mochila foi encontrado e apreendido um produto broncodilatador de utilização veterinária em cavalos, sem qualquer indicação de procedência.

O homem preso, segundo o delegado Rafael Liedtke, seria o gerente de uma loja de suplementos alimentares. Ele possui diversos antecedentes policiais por tráfico e associação ao tráfico de drogas, crime contra a saúde pública, ameaça, jogos de azar e crimes contra as relações de consumo.

Foto: Polícia Civil/ Divulgação
Foto: Polícia Civil/ Divulgação

*Com informações da Polícia Civil