Foto: Prefeitura de São Leopoldo/Divulgação

Da redação* | O Centro de Vigilância em Saúde de São Leopoldo está alertando a população. O motivo é que no último domingo (30) foram visualizados e capturados um escorpião amarelo adulto e dois filhotes em uma residência no bairro Santos Dumont.

No mesmo dia, a Secretaria Municipal de Saúde acionou a Vigilância em Saúde Ambiental, que fez contato com a família residente no local passando todas as orientações necessárias. Na última quarta-feira (2), os animais capturados foram encaminhados para o Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (LACEN/RS), que é o órgão responsável pelo laudo que confirmou, no dia seguinte, que o aracnídeo capturado era o escorpião amarelo (Tityus serrulatus).

Os agentes da vigilância fizeram a primeira vistoria, passando orientações à família e aos vizinhos num raio de 150 metros. Na última quinta-feira (3), a ação de captura encontrou mais um escorpião amarelo na residência, dessa vez era um filhote. “O escorpião amarelo é uma espécie de hábitos noturnos e de difícil visualização durante o dia, por isso os agentes de endemia e um veterinário da vigilância em saúde farão captura noturna com auxílio de luz ultravioleta”, afirmou o secretário de saúde, Ricardo Charão.

Municípios vizinhos como Novo Hamburgo, Sapucaia do Sul e Estância Velha já confirmaram a presença do escorpião amarelo anteriormente, mas esta é a primeira confirmação em São Leopoldo.

Prevenção

– Verificar calçados, vestuários, toalhas e roupas de cama antes de utiliza-los;

– Não deixar roupas no chão;

– Manter camas e berços afastados das paredes. Evite encostar lençóis no chão;

– Fechar frestas nas paredes, móveis e rodapés. Rebocar paredes e muros. Vedar Soleiras de portas com rolos de areia ou rodos de borracha e as frestas de janelas. Usar telas nas janelas, em aberturas de ralos, pias e tanques. Manter os pontos de Luz e telefone bem fechados;

– Manter resíduos (lixo) bem acondicionados em recipientes bem fechados;

– Manter limpos caixas de gordura, ralos de banheiro e de cozinha;

– Manter fossas sépticas bem vedadas, para evitar a passagem de baratas e escorpiões;

– Manter os ambientes interno e externo das residências limpos, sem entulho e resíduos;

– Manter limpos os terrenos baldios;

– Evitar queimadas em terrenos baldios, pois desalojam os escorpiões;

– Controlar infestações de baratas;

– Usar luvas grossas, de raspa de couro ou similar durante o manuseio de caixas com frutas e verduras, materiais de construção, transporte de lenha, madeira, pedras em geral e ao remover folhagens, arbustos e trepadeiras junto às paredes externas e muros.

No caso de visualização do escorpião-amarelo as recomendações são:

– Evitar o contato

– Tentar fotografar o animal

– Informar à Vigilância em Saúde, através do telefone 3589.6556

*Com informações da Prefeitura de São Leopoldo