Foto: JL Balestrin/GBC

Da redação | Um homem foi morto a tiros durante um assalto na noite do último domingo (6) em Canoas, na Região Metropolitana. A vítima foi identificada como Eliseo Trajano de 38 anos.

De acordo com informações da Brigada Militar (BM), o crime ocorreu na Avenida Boqueirão, no bairro Igara. Eliseo estava acompanhado da mulher e de uma criança de oito anos, que é filho da companheira, quando foi abordado pelos criminosos em uma parada de ônibus.

Conforme relatos de testemunhas, Eliseo estava manuseando o celular na parada de ônibus. “Isso que deve ter chamado a atenção dos criminosos”, comentou o delegado Marco Antônio Machado.

Depois de terem anunciado o roubo, a dupla pegou o aparelho telefônico da vítima e mesmo sem a reação de Eliseo, atiraram contra o peito dele. Eles saíram correndo, mas minutos depois, foram encontrados por uma guarnição da BM. Um homem de 19 anos foi preso em flagrante e um adolescente de 16, apreendido, com dois revólveres e o celular.

As duas armas foram encontradas com os acusados do crime (Foto: JL Balestrin/GBC)

Eliseo morreu na hora. Pedestres que estavam junto com a família na parada, acionaram o Samu. Uma equipe foi até o local, tentou fazer o resgate, mas a vítima não resistiu.

A família tinha saído de um shopping na Avenida Farroupilha. De Viamão, eles tinham vindo visitar o local e esperam um ônibus para retornarem.

Confissão

Segundo o delegado Marco Antônio Machado, que atendeu a ocorrência, o preso de 19 anos confessou ser o autor do disparo que matou Eliseo. “Com toda a tranqüilidade ele fala que atirou. O menor também assumiu que estava armado. Tudo eles falam com frieza e muita naturalidade, o que não é comum, nesses casos”, afirmou.

Três criminosos estavam envolvidos na ocorrência. Um deles, conseguiu fugir.