Divulgação

Foto: divulgação

Da redação | Teve início a obra da Penitenciária Estadual de Sapucaia do Sul. O começo dos trabalhos foi acompanhado nesta segunda-feira (7) pelo prefeito Luis Rogério Link. A agenda também teve a participação do secretário municipal de Segurança e Trânsito, Arno Leonhardt, e da equipe técnica.

O primeiro passa é a limpeza da área para terraplanagem. Conforme o engenheiro responsável pela obra, Eduardo Citadin, em pouco mais de dois meses, a penitenciária começará a tomar forma.

No dia 27 de dezembro, o então governador José Ivo Sartori assinou a ordem de início para construção da casa prisional. A previsão de término da obra é de oito meses. O complexo, de 8,8 m² de área construída, terá capacidade para abrigar 600 presos em regime fechado.

A penitenciária será erguida em uma área do Governo do Estado, na Estrada Municipal Parque Zoológico, por meio de permuta. Em troca da construção, a empresa Verdi Sistemas Construtivos receberá o terreno onde hoje fica o Ginásio da Brigada Militar, em Porto Alegre, avaliado em R$ 40,5 milhões.

A obra reduzirá a necessidade de custódia de presos em viaturas da Brigada Militar e superlotação de celas de delegacias, permitindo mais policiais e equipamentos para o trabalho ostensivo da corporação nas ruas.

Além de ser uma obra necessária, o Município terá contrapartidas importantes como aumento nos efetivos, aquisição de mais viaturas, coletes e armamentos, além da construção de um quartel para a BM com sala integrada de monitoramento da cidade, delegacia de polícia com plantão 24 horas – disse o prefeito.

Além disso, outra contrapartida para Sapucaia do Sul será a implantação de uma unidade de saúde e escola profissionalizante dentro da penitenciária.