Foto: Alex Schneider/GBC

Foto: Alex Schneider/GBC

Da redação | A 2ª Delegacia de Polícia de Canoas, na Região Metropolitana, está investigando o caso de um corpo queimado que foi encontrado na última terça-feira (8) no bairro Niterói. O cadáver estava em cima de um colchão nos fundos do condomínio Rio Gravataí.

Conforme a delegada Mirian Thomé, titular da 2ª DP, as investigações sobre o corpo podem se relacionar com a do desaparecimento de Keoma Araújo da Silva de 29 anos, na última segunda-feira (7), também no Niterói. Bandidos armados levaram o homem e não pediram resgate para a família.

Durante a investigação, a delegada relatou que desde o inicio do caso, soube-se que os criminosos levaram Keoma para matá-lo. “Tudo indica que o corpo encontrado possa ser da vítima que estávamos procurando”.

A delegada recebeu um vídeo que registra a execução de um homem. Porém, não foi possível identificar se a vítima era Keoma.

Identificação

O caso foi repassado para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Para realizar a identificação da vítima, os investigadores aguaram os laudos do Instituto Médico Legal (IML).

Os peritos que analisaram preliminarmente o corpo, nenhuma marca de tiro foi encontrada, por causa do fogo que foi ateado no cadáver.