Foto: Jaime Zanatta/Arquivo/GBC

Da redação | A Prefeitura de Canoas decidiu cancelar o carnaval 2019 e outros quatro eventos da cidade para garantir mais recursos para a saúde. Também foram suspensos a Parada Livre e as semanas da Música, da Capoeira e do Hip Hop. Com isso, a prefeitura vai economizar mais de R$ 1 milhão. Esse recurso vai contribuir para a reforma da UPA Caçapava e para as obras do novo prédio da UBS Santa Isabel.

A UPA Caçapava, no bairro Mathias Velho, será reformada nos próximos dias (Foto: Derli Colomo Jr./Prefeitura de Canoas)

O prefeito Luiz Carlos Busato destacou que, mais do que nunca, a gestão eficiente dos recursos municipais é necessária para garantir os serviços essenciais à população. “Atualmente, a dívida do Estado com a saúde de Canoas é de R$ 36,3 milhões. Se o Estado não repassar R$ 10,5 milhões até dia 20 de janeiro, a dívida será de R$ 46,8 milhões. É um momento absolutamente crítico, que exige que façamos escolhas. Estamos priorizando a saúde da nossa população”, assinalou.

Em princípio, eventos tradicionais de Canoas, como a Festa do Trabalhador, a Semana de Canoas, a Feira do Livro e a Semana Farroupilha serão mantidos. A prefeitura está em busca de patrocínios para garantir as atividades. A prioridade da Administração municipal é a execução de eventos que tenham financiamento externo. Um exemplo de sucesso é a Oktoberfest de Canoas, um evento que é privado, sem custos para a prefeitura.

*Com informações da Prefeitura de Canoas