O Presidente da República, Jair Bolsonaro, durante sobrevoo da região atingida pelo rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho/MG.

Foto: Isac Nóbrega/PR

Estadão Conteúdo | De acordo com o Corpo de Bombeiros, o número de mortos aumentou para 37, em Brumadinho, Minas Gerais. Até o momento, 192 pessoas já foram resgatadas. A informação foi divulgada na manhã deste domingo (27).

 O ônibus encontrado soterrado na lama, em Brumadinho, ainda não foi retirado. A informação é que é necessário um maquinário específico. Os Bombeiros suspeitam que tenha mais pessoas sem vida no veículo.

As buscas estão interrompidas por conta do risco iminente de rompimento da barragem 6, que contém água e fica ao lado da barragem 1, que rompeu na última sexta-feira (25). O céu da cidade está nublado.