Foto: Vinicius Thormann/Prefeitura de Canoas

Foto: Vinicius Thormann/Prefeitura de Canoas

Da redação* | A tradicional festa em homenagem à Nossa Senhora dos Navegantes e Iemanjá, que acontece no próximo sábado (2) em Canoas, está com a programação definida. O evento inicia às 8h com a missa solene na Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição. Outra missa acontece às 8h30, na Comunidade Santa Rita de Cássia, às 8h30. A procissão terrestre inicia às 9h, com saída da Rua Bárbara Maix, número 2, com deslocamento até a praia do Paquetá.

A procissão fluvial inicia às 10h, saindo da Igreja Imaculada Conceição, seguindo pelas ruas Vidal de Negreiros, Dr. Irineu de Carvalho e rua Hermes da Fonseca, até chegar ao local do embarque. Depois, segue pelo Rio dos Sinos até chegar à praia do Paquetá, onde ocorre a bênção dos barcos.

Ainda no Paquetá, haverá o ato inter-religioso, às 11h30 e, logo após, a bênção da saúde. A oração do terço junto à imagem de Nossa Senhora de Navegantes acontece às 15h. As homenagens finalizam às 18h com oração da Ave Maria.

De acordo com o diretor das Políticas das Diversidades e Comunidades Tradicionais de Canoas, Saulo Gil, o evento deve reunir mais de 4 mil pessoas. “A procissão de Nossa Senhora dos Navegantes e Iemanjá é uma das festas religiosas de maior importância que temos em nossa cidade, reunindo diversos grupos religiosos e devotos, que prestam suas homenagens e renovam a fé”, comenta Saulo.

Ainda dentro da programação, a imagem de Iemanjá será exposta no Calçadão pela Federação Afro Umbandista e Espiritualista do Rio Grande do Sul (Fauers) no dia 25, das 9h às 17h. A Paróquia Sagrado Coração de Jesus vai expor a imagem de Nossa Senhora dos Navegantes no Calçadão no dia 31, das 8 às 18h

História

No século XV, com a navegação dos europeus, especialmente dos portugueses, os viajantes pediam proteção à Nossa Senhora dos Navegantes. O simbolismo da mulher corajosa e orientadora, fez com que Maria, protetora e intercessora, fosse vista como uma eterna vencedora pelos inimigos das tempestades. A imagem de Nossa Senhora dos Navegantes foi trazida pelos portugueses no século XVIII, em uma das viagens feitas de Portugal para o Brasil. Já o culto à Iemanjá inicia com a chegada da cultura africana no Brasil. Uma dos Orixás mais conhecidos, a Rainha do Mar tem sua energia ligada ao pensamento, à fecundidade e ao mistério do início. Iemanjá é a protetora dos pescadores e navegadores.

Confira a programação completa:

8h – Missa Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, na rua Ana Nery, 1309 – bairro Rio Branco;

8h30 – Missa na Comunidade Santa Rita de Cássia (SCJ), na rua Bárbara Maix, número 2;

9h – Procissão terrestre, que sai da rua Bárbara Maix, número 2, seguindo a rua Maria Isabel, avenida das Canoas, passando sobre o viaduto da BR-448, até a prainha do Paquetá;

10h – Procissão fluvial, saindo da rua Ana Neri, 1309, bairro Rio Branco, seguindo pelas ruas Vidal de Negreiros, Dr. Irineu de Carvalho e rua Hermes da Fonseca até chegar ao local do embarque, que segue, pelo Rio dos Sinos, até chegar à praia do Paquetá.

11h – Benção dos barcos, na praia do Paquetá.

11h30 – Ato inter-religioso, na praia do Paquetá.

12h15 – Benção da saúde, na praia do Paquetá.

15h – Oração do terço junto a imagem de Nossa Senhora de Navegantes, na praia do Paquetá.

18h – Oração da Ave Maria, na praia do Paquetá

*Com informações da Prefeitura de Canoas