Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | Uma idosa de 71 anos foi presa na manhã desta quarta-feira (13) no bairro Niterói, em Canoas, na Região Metropolitana. Ela é suspeita de ter aliciado a neta em troca de favores e bens materiais.

Conforme o delegado Pablo Queiróz Rocha, a vítima era aliciada sexualmente desde os 13 anos. “A avó materna, que possuía sua guarda, proporcionava os encontros da neta com um homem de 60 anos, que já está preso desde o ano passado pelo mesmo fato. Os abusos se davam em troca de compras em supermercado, reformas na casa e alguns móveis, permitindo que a vítima fosse estuprada constantemente”, comentou o titular da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA).

Para a polícia, a adolescente contou com detalhes o que viveu durante esses anos, inclusive que ganhava dinheiro do acusado e que os encontros aconteciam na residência da avó, sendo que esta estava sempre presente. Informou, ainda, que a acusada lhe fazia ingerir remédios para não engravidar.

O delegado Pablo Rocha afirmou que “a prisão foi eficiente e necessária para que os estupros fossem impedidos,” e que “novas investigações serão feitas.”