Facebook

Foto: arquivo pessoal

Da redação | O motoboy Andrio Lopes Gourlat, 20 anos, teria sido vítima de uma emboscada ao sair da lancheria onde trabalhava, no bairro São Miguel, para entregar um lanche no Santos Dumont, em São Leopoldo, na noite de quinta-feira (14).

Os moradores da residência, que seria o ponto da entrega, negaram que tinham feito o pedido. Na saída, Gourlat foi rendido e levado em um carro branco pelos criminosos. A motocicleta foi levada por outro bandido.

Corpo foi localizado distante do movimento da cidade, no bairro São Borja. Foto: Polícia Civil/ divulgação

O jovem foi encontrado morto na manhã desta sexta (15) em uma estrada de chão, em uma região mais deserta, no bairro São Borja. O motoboy levou 12 tiros de calibre 9 milímetros e foi algemado, amordaçado e estava com as mãos para trás.

Ao perceberem a ausência do jovem, ainda de madrugada, familiares foram até as redes sociais para divulgar fotos do motoboy, que morava na cidade. Eles chegaram a fazer buscas no ponto da entrega do lanche, mas souberam que Gourlat havia sido levado.

Familiares usaram as redes sociais para buscar notícias sobre Andrio. Foto: Reprodução/ Facebook

Segundo a Polícia Civil, o lanche foi solicitado via WhatsApp. Os investigadores acreditam que o local da entrega era apenas uma forma de aproximação dos criminosos com a vítima. O caso é tratado como execução.

A irmã do rapaz, Jéssica Goulart, publicou nas redes sociais mensagens lamentando a morte. “O que nos resta é te levar pra sempre em nossos corações”, declarou.