FOTO: Jaime Zanatta/GBC

Foto: Jaime Zanatta/GBC

Da redação | O período de transição da administração do Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG) em Canoas começa nesta segunda-feira (18). A Associação Beneficente de Canoas (ABC) deixa a gestão para dar lugar a Associação Beneficente São Miguel (ABSM).

A ABSM fará a gestão total do hospital, que é privado, mas realiza a maior parte dos atendimentos através do Sistema Único de Saúde. Nos próximos dias, a nova associação fará uma análise da situação do HNSG. Na última quinta-feira (14), a ABC comunicou a Prefeitura, Câmara de Vereadores e o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) que deixaria a administração.

Na ocasião, o prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, agradeceu à ABC pela iniciativa. “Nós tomamos ações para buscar a troca da gestão por acreditarmos que este seja o melhor caminho para evitar o fechamento do hospital. Desde o início das tratativas, a ABC teve total entendimento da situação”, observou o prefeito.

Já o presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores, o vereador Quinho, elogiou o desfecho do caso. “É uma satisfação que cheguemos nesta solução. O Poder Legislativo sempre esteve junto da prefeitura e da ABC na busca pelas melhores soluções para o hospital Nossa Senhora das Graças”, afirmou. No mesmo sentido, o presidente do Simers, Marcelo Marsillac Matias, parabenizou a prefeitura pela forma como foi conduzida a negociação para a chegada de uma nova gestora do hospital.

Quem é a nova gestora

A São Miguel é uma associação filantrópica, sem fins lucrativos, com interesse público em gestão hospitalar. Com sede em Gramado, ela tem em seu quadro membros da sociedade civil, como médicos, contadores e advogados. A organização administra, desde o ano passado, o Hospital Beneficência Portuguesa, de Porto Alegre, e também o Hospital de Gramado, na Serra Gaúcha, há três anos.