Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | Um homem foi preso na última segunda-feira (18), em Alvorada, na Região Metropolitana, por descumprimento de medida protetiva concedida a uma ex-companheira. Ele é suspeito de atear fogo na residência da mulher no último dia 5 de janeiro.

Conforme a titular da Delegacia da Mulher de Alvorada, Karina Heineck, o suspeito ainda responde a um inquérito na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa da cidade. Ele é investigado por tentar matar um homem que acreditava ter um relacionamento com a ex. A vítima foi agredida com facadas, mas sobreviveu. Segundo o titular da DHPP, Edimar Machado de Souza, ele deve ser indiciado por esse crime.

Seungo a delegada, a mulher havia obtido a medida protetiva contra aproximação dele após ameaças de atear fogo na casa em que morava com o filho. De acordo com o relato da mulher, ele também ameaçava se matar após o fim do relacionamento. A delegada diz que não há registros na polícia de agressão dele contra a ex-companheira.

Em depoimento depois de ter se entregado, o homem confirmou que ateou fogo na casa, afirmando estar “tresloucado”, conforme a delegada. Ninguém ficou ferido no incêndio, mas a residência ficou totalmente destruída.