Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

Da redação | A Polícia Civil de Flores da Cunha, na Serra, segue com diligências para investigar a morte de Samara de Souza Pereira de 36 anos. O corpo dela foi encontrado na madrugada da última segunda-feira (18) no km 93 da ERS-122.

Até o momento, a polícia descobriu que Samara teria saído a pé da boate da Estação Férrea e estava caminhando até o bairro Vila Ipê, onde morava com a mãe. Porém, ela aceitou uma carona durante o trajeto. Mas, ainda não se sabe qual era o veículo e nem onde ela foi abordada.

Também não se sabe se a jovem desembarcou do automóvel em movimento ou se saiu do carro e seguiu caminhando até ser atropelada. A perícia ajudará a identificar também se ocorreu, de fato, o atropelamento, ou se Samara foi assassinada. A primeira informação divulgada pelo Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), era de que a mulher havia sido atropelada e que ninguém havia prestado socorro.

Samara trabalhava em um restaurante e deixa duas filhas, uma de cinco e outra de 12 anos.