Foto: Jaime Zanatta/GBC

Foto: Jaime Zanatta/GBC

Da redação | O Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, participou do ‘Almoço de Ideias’ na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Canoas. O evento contou com a presença de empresários da cidade.

Leite começou falando sobre a situação financeira do Rio Grande do Sul. Ele ressaltou o que deficit de R$ 12 bilhões nas contas públicas que é comprometida em 70% pela folha de pagamento dos servidores. “Se ganhasse um cheque de cem milhões, inclusive aceito de bom grado se alguém tiver, para pagar as contas, eu mesmo assim, não ficaria com o nome limpo na praça”, brincou.

Foto: Jaime Zanatta/GBC

Porém, a crise não foi o único tema explanado pelo governador. Desde a saúde, até a Parceria Público Privado (PPP) do saneamento básico da Corsan foi salientada por ele. “Agora só depende de Canoas. Todos os municípios ao redor já aprovaram ela. Precisamos dar curso às soluções ambientais.”

O chefe do executivo estadual ainda comentou as reformas que precisam ser feitas para enxugar os gastos da máquina pública. “Precisamos fazer isso e falar de desenvolvimento para incentivar que as pessoas invistam aqui.”

Depois, Leite ainda respondeu a questionamentos dos convidados da CICS. Foram feitas perguntas relacionadas a economia, saúde e segurança. “Tenho convicção de que não vou conseguir resolver os problemas em quatro anos, mas acredito que buscando desenvolvimento e investimentos vamos melhorar o ambiente de negócios do nosso estado”, finalizou.