Foto: Eduardo Amaral/Correio do Povo

Da redação | O proprietário de um açougue foi morto a tiros na noite da última segunda-feira (4) na Rua Frederico Mentz, no bairro Humaitá, em Porto Alegre. O nome dele não foi divulgado. A vítima foi atingida por diversos disparos.

O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil. Conforme o delegado Fernando Soares, inicialmente, a hipótese levantada era a de latrocínio, roubo seguido de morte, porém a de execução também está na linha de trabalho dos policiais. “Todos os elementos nos levam a crer que foi um crime encomendado. Porém, não descartamos nada ainda”, enfatizou.

Para os policiais, a esposa da vítima relatou que os dois chegaram no açougue às 19h para abrir o estabelecimento que funcionava durante toda a madrugada. Quando o homem chegou na porta, cinco criminosos saíram de um beco gritando que era para “atirar na cabeça”. Os bandidos ainda dispararam contra a mulher, que estava dentro do carro. Como o veículo é blindado, ela não foi atingida.

De acordo com o delegado, o homem tinha antecedentes por “crimes de menor gravidade.” Ainda assim, a polícia não descarta a possibilidade de ele estar envolvido em outros delitos como tráfico de drogas.

Segundo Soares, ele tinha comprado o açougue seis meses atrás. Entretanto, moradores do bairro afirmaram que a vítima trabalhava há cerca de dois anos e meio no local. O estabelecimento abria sempre por volta das 19h e fechava de madrugada.