Foto: Policia de Misiones/ Divulgação

Da redação | O suspeito envolvido na morte de duas pessoas em Estância Velha, que foi preso na Argentina na tarde de sábado (18), deve ser trazido ao Rio Grande do Sul nesta segunda-feira (19). Davi dos Santos Mello, 20 anos, foi detido pela Policia de Misiones, em Soberbio.

O indivíduo viajava em um Peugeot 206 e se encontraria com um familiar na fronteira. O condutor do veículo, um argentino de 60 anos, teria sido contratado para a viagem, conforme revelaram jornais argentinos.

Em 23 de abril, a Brigada Militar havia capturado Rafael Santos Domingues, 19, que estava escondido na casa da mulher de um traficante, em Portão.

Rafael Santos Domingues, 19 anos. Foto: BM/ Divulgação

O crime ocorreu no dia 10 de abril, em uma joalheria e ótica, em Estância Velha, no Vale do Sinos, e resultou na morte de Leomar Canova, 59 anos, e do filho Luis Fernando Canova, 35, proprietários do estabelecimento.

De acordo com os investigadores, os criminosos alteraram a aparência dias antes do crime. No entanto, o disfarce não foi suficiente para encobrir o assassinato, registrado pelas imagens do videomonitoramento da loja.

Ao chegarem ao local, a joalheira e ótica Elaine, a dupla armada exigiu dinheiro e joias, avaliadas em mais de R$ 300 mil. As vítimas reagiram e os criminosos atiraram em seguida.