Foto: Divulgação/ arquivo pessoal

Da redação | Um policial militar matou a esposa por engano na madrugada desta quarta-feira, em Capela de Santana. O brigadiano teria confundido a mulher com um assaltante dentro de casa.

Conforme informações da Brigada Militar, devido ao temporal, antes do casal dormir, o PM havia desligado o disjuntor da residência. Ele acordou com um barulho no meio da madrugada e avistou um vulto e uma luz.

Diante da suspeita, ele pegou uma pistola .40 e deu ordem de parada. Mas, como percebeu que o vulto seguia, acreditando ser um criminoso, atirou. A esposa, Thaiane de Oliveira, que estava com o celular em mãos, foi atingida no tórax.

A vítima chegou a ser encaminhada ao Hospital de Portão, mas não resistiu aos ferimentos. O policial entrou em estado de choque e foi encaminhado para atendimento psicológico.

Thaiane era agente de saúde de Capela de Santana. A prefeitura decretou luto oficial de três dias. “A funcionaria Thaiane era uma pessoa muito querida por todos, muito educada e simpática, e deixará saudades para todos nós. Nossos sinceros sentimentos a todos familiares, amigos e conhecidos da Thaiane”.