Da redação | A neblina que reduzia a visibilidade no trânsito no começo deste domingo (28) não desanimou os fiéis de participarem da 62ª edição da Festa de São Cristóvão em Canoas, realizada no Santuário São Cristóvão (Rua Tupi, 228). Perto das 9h, quando se encerrava a missa celebrada por Dom Darley Kummer, bispo auxiliar da arquidiocese de Porto Alegre, o sol já aparecia em um lindo dia para a saída da procissão motorizada, que levou motocicletas, carros e muitos caminhões a circularem pela cidade em honra ao padroeiro dos motoristas.

O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, participou da missa e, antes de seguir com a procissão, exaltou a importância da festa para a cidade. “Certamente, nós aqui em Canoas temos uma cidade que merece toda a nossa atenção e a nossa luta. Assim como essa festa, que merece muito a nossa consideração”, disse. A comunidade agradeceu o apoio da prefeitura para a realização da festa, que é uma das maiores celebrações do motorista no Estado.

Foto: Pablo Reis/ Secom Canoas

Um dos motociclistas participantes da procissão motorizada foi o Secretário de Segurança Pública e Cidadania, Alberto Rocha. “Hoje é um dia de celebração. Além de ser o Dia do Motorista, é uma festa que está no calendário oficial do município. Com 62 anos, é uma festa tradicional e nós, como prefeitura municipal, estamos engajados há muitos e muitos anos. É uma celebração para todos”, ressaltou o secretário.

O motorista de caminhão Vinícius Dias, 42 anos, tradicionalmente leva a família para acompanhar a procissão em uma das passarelas da BR-116. “Minha empresa manda os caminhões para participar em Novo Hamburgo, então aqui em Canoas eu só assisto. Somos devotos a São Cristóvão e acredito que ele nos ajuda em tudo, é só pedir e acreditar”, comentou ao lado da esposa, duas filhas e uma neta, enquanto os veículos passavam na via com buzinaços e acenos dos participantes do cortejo religioso.

Já Alceu Ribeiro, 50 anos, também é caminhoneiro, mas estava acompanhado da esposa em sua moto e retornou ao santuário para o momento em que os padres abençoavam os veículos. “Já estou quase me aposentando na profissão, então agora tenho mais oportunidade para participar de toda a festa. Acho importante tomar a benção para me sentir em paz. Com certeza, agora fico mais protegido como caminhoneiro, mas também meus filhos e meu genro ficam protegidos na estrada”, contou.

Para o secretário municipal da Cultura e do Turismo, Mauri Grando, este é um grande evento na cidade. “A Festa de São Cristóvão está enraizada na história de Canoas, fortalecendo o turismo e fomentando o desenvolvimento econômico na cidade, além de celebrar o padroeiro dos motoristas, tão expressivo na nossa cultura”, destacou.

Na missa, estavam ainda presentes os secretários do Desenvolvimento Econômico, Airton Souza, e dos Direitos Humanos e Participação Social, Roberto Tietz. Após a benção dos motoristas, foi realizado um almoço festivo no salão paroquial do Santuário São Cristóvão.

*Informações da Secretaria das Relações Institucionais e Comunicação de Canoas