Foto: Derli Colomo Jr/ Divulgação

Da redação* | Desde o mês de julho, a Prefeitura de Canoas está visitando os domicílios na cidade para fazer uma pesquisa junto aos moradores. O questionário é uma das etapas do Plano de Mobilidade e as respostas vão integrar o diagnóstico sobre o deslocamento dos cidadãos, que servirá para encontrar as melhores soluções para o trânsito e o transporte. 

Com equipes de agentes identificados, o levantamento já foi realizado nos bairros Centro, Fátima, Rio Branco e Mathias Velho, e está atualmente no bairro Niterói. Aproximadamente mil domicílios já receberam as equipes para que os moradores possam responder as perguntas. 

A pesquisa segue até o dia 30 de setembro e a prefeitura prevê que 2,3 mil residências sejam visitadas até o fim do processo, envolvendo os quatro quadrantes e ouvindo cerca de 6 mil canoenses. No entanto, os cidadãos que não receberam a carta informando que sua residência será contemplada nas pesquisas podem responder o levantamento pela internet, pelo link https://planmobcanoas.com.br

Plano de Mobilidade

O processo do Plano de Mobilidade Urbana de Canoas envolve oito meses de trabalho e estudo. Além dos questionários, também estão sendo realizados estudos de cruzamentos com intenso fluxo de veículos, para estabelecer um panorama, e o levantamento visual do transporte coletivo, que avalia a demanda de passageiros em diferentes horários do dia. Os diagnósticos servem para que a prefeitura faça investimentos mais eficazes nas áreas de trânsito e transporte do município. 

A expectativa é que a apresentação das primeiras conclusões do estudo ocorra em dezembro deste ano. A conclusão do Plano de Mobilidade Urbana de Canoas será no começo de 2020.

*Informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Canoas