Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | A Polícia Civil prendeu preventivamente quatro taxistas, nesta terça-feira (17), suspeitos de agredirem um motorista de aplicativo, em Caçapava do Sul, na Região Central do Estado. O episódio ocorreu na última quarta (11).

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Os taxistas foram identificados tanto pela vítima quanto por testemunhas. Os envolvidos foram encaminhamos ao sistema prisional. Um deles é o vereador de Caçapava do Sul, Alex Vargas Nunes (MDB).

Em depoimento, Nunes disse que procurou o motorista para entregá-lo um documento dizendo que o serviço por aplicativo não pode funcionar no município por falta de regulamentação. Foi quando a briga teria começado.

Segundo a Polícia Civil, o condutor relatou que estava na rodoviária da cidade, quando foi abordado por, pelo menos, oito pessoas. A vítima contou que elas obrigaram o passageiro a descer do veículo e que, na sequência, foi imobilizada pelo grupo.

O motorista disse ainda que foi agredido até desmaiar. Também que foi ameaçado de morte por utilizar o aplicativo da Uber na cidade. Após as agressões, ele foi levado ao Pronto Socorro de Caçapava do Sul.

O veículo da vítima sofreu avarias e foi recolhido ao depósito credenciado do Detran. Dinheiro e celular da vítima foram levados pelos agressores.

As investigações seguem para identificar os outros suspeitos.