Foto: Jaime Zanatta/GBC

Da redação | O delegado Rodrigo Caldas, titular da 3ª Delegacia de Polícia de Canoas, coordenou a investigação que estourou um depósito de drogas, em Novo Hamburgo, onde entorpecentes que seriam vendidos no bairro Guajuviras, eram armazenados. “Demos um prejuízo de mais de R$ 80 mil para eles”, afirma. Na ação, um traficante de 23 anos foi preso.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Conforme o delegado, o local estava sendo monitorado havia pouco mais de uma semana. Enquanto faziam campana no local, os agentes flagraram o preso entrando na casa com uma mochila. Quando abordado, ele fugiu correndo para os fundos e tentou pular o muro dos fundos para fugir, mas não conseguiu. “Chegamos a ter agentes correndo atrás dele e outros que foram para a rua de trás, porque ele disparou correndo”, comentou o delegado.

Dentro do depósito, que era no subsolo de uma casa, os policiais encontraram aproximadamente 20kg de entorpecentes que são divididos entre maconha, cocaína e crack. Também foram apreendidas diversas balanças de precisão.

Drogas apreendidas pelos policiais (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A polícia já sabia que essa droga teria como destino o bairro Guajuviras, em Canoas. Mas, agora, a investigação tenta saber para quais localidades ela também era enviada. “Outros suspeitos serão investigados responsáveis pela distribuição de drogas em Canoas”, enfatizou Caldas.

O diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana – 2 DPRM, delegado Mario Souza afirmou que “segundo as investigações essas drogas abasteceriam inúmeros pontos de tráfico em Canoas.”